sexta-feira, 1 de outubro de 2010

O dia que Eduardo Campos fugiu do HR

Edilson com dirigentes do PSOL, na porta do necrotério do Hospital da Restauração, aguardando o governador para abrir o livro de óbitos do hospital. Edilson denunciou que em quatro anos de governo 12 mil mortes terão ocorrido por falta de leitos de UTI no Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário