sexta-feira, 24 de setembro de 2010

NOTA DA COORDENAÇÃO DE CAMPANHA DE EDILSON SILVA

Eduardo Campos foge da verdade

Durante debate entre os candidatos ao governo de Pernambuco, realizado no dia de ontem, 23 de setembro, estabeleceu-se uma polêmica em torno do tema saúde pública no Estado. O candidato Edilson Silva, a exemplo do que já havia feito em debate anterior, denunciou a grave situação na rede pública estadual, que no atual governo (4 anos) deverá atingir a impressionante marca de 12 mil óbitos por falta de UTIs.


O governador-candidato, Eduardo Campos, insinuou que o candidato Edilson Silva faltava com a verdade em relação aos dados apresentados. De pronto, Edilson Silva desafiou o governador-candidato a comparecer à maior unidade de emergência do Estado, Hospital da Restauração, para que um pleito já feito administrativamente e judicialmente fosse concretizado: a abertura do livro de óbitos. Dessa forma, a sociedade pernambucana poderia, no universo da maior emergência pública do Estado, ter acesso a dados fiéis, estabelecendo assim a verdade.


Na manhã de hoje, pontualmente às 09 horas, o candidato Edilson Silva encontrava-se na portaria do Hospital da Restauração. Setores da imprensa também compareceram. Infelizmente, Eduardo Campos não compareceu.


Assim, o governador-candidato dá provas de desrespeito não com a candidatura do PSOL, mas com a sociedade pernambucana. A justificativa de falta de agenda é mais uma desculpa inaceitável, pois se o governador tivesse interesse na verdade poderia nomear um assessor, ou mesmo um diretor do Hospital, para nos acompanhar e abrir o livro de óbitos. Nem a isso o governador-candidato se dignou. Pelo contrário, destacou figuras sombrias, desconfiadas, que não conseguiam esconder sua função de arapongagem, para seguir e talvez até intimidar o candidato Edilson Silva e sua comitiva.


Deste episódio fica a certeza de que os dados apresentados pela candidatura de Edilson Silva são verdadeiros, e que as propagandas do governo e do seu candidato são uma fraude. Cerca de 12 mil óbitos em 4 anos, somente por falta de UTIs, é um genocídio, que somados a cerca de 17 mil homicídios, também em 4 anos, dão mostra de um estado muito distante das peças publicitárias do governo, na verdade um Estado de barbárie acontece em Pernambuco.


A candidatura de Edilson Silva reafirma neste processo todo o compromisso com a defesa da saúde pública de qualidade: controle social sobre a saúde pública; transparência real na gestão; qualificação e ampliação dos PSFs; plano estadual de saneamento básico; defesa do sistema SUS; fim das OS na saúde; defesa da Emenda 29 que garante mais verbas federais para a saúde pública; concurso público e carreira forte na área de saúde.


Recife, 24 de setembro de 2010


Coordenação da candidatura de Edilson Silva ao governo de Pernambuco

5 comentários:

  1. Domingo (26), debate na Rede TV!
    O que você perguntaria aos candidatos? Participe: http://www.redetv.com.br/especiais/eleicoes2010/InterativaM.aspx

    A RedeTV! e o jornal Folha de S.Paulo promovem no domingo (26), às 21h, debate com candidatos ao governo de Pernambuco. O evento será realizado no JCPM Trade Center, em Recife. Confirmaram presença Eduardo Campos (PSB), Jarbas Vasconcelos (PMDB), Sérgio Xavier (PV) e Edílson Silva (PSOL).

    O jornalista Kennedy Alencar, apresentador do programa "É Notícia", da Rede TV!, será o mediador do debate. Marcos Sugahara, da RedeTV!, e Júlio Veríssimo, da Folha de S.Paulo, farão perguntas aos candidatos.

    No primeiro bloco, todos os candidatos responderão a uma pergunta comum, formulada pelo mediador. No segundo e no quarto blocos, farão perguntas entre si. No terceiro bloco, os jornalistas da Rede TV! e da Folha de S. Paulo formularão questões aos participantes. No último bloco, os candidatos farão suas considerações finais.

    O portal RedeTVi (www.redetv.com.br/eleicoes2010) transmitirá o debate ao vivo. Informações sobre o evento também podem ser obtidas no Twitter: http://twitter.com/debateRedeTV.

    ResponderExcluir
  2. Eduardo Campos adora fazer papel de bom moço, de príncipe pernambucano, de salvação do povo. No debate de ontem ele não respondeu nenhuma das indagações de Edilson e ainda o provocou deliberadamente com a afirmação de que nem Edilson acreditava no que dizia. Esse governador-candidato é cínico, manipulador e covarde e ainda bem que temos Edilson PSOL 50 como opção!

    ResponderExcluir
  3. voce me convenceu a votar nem voce , com esta luta pra provar que a Saude em Pernambuco e uma Fabrica de Mortes , Gostaria que o Senhor Perguntase ao Governador : Se ele e seus Familiares tem Plano de Saude ? ou Confian na Saude Publica ? , se ele vim com aquele discurso que esta melhorando e bla bla bla, ai o Senhor na Treplica fala que os Trabalhadores não podem viver de promessas , e de vidas que estão em jogo , Saude e o pilar para tudo , sem saude o trabalhador não produs e o pais para ! abraço

    ResponderExcluir
  4. Você deveria usar o seu tempo para mostra algo de concreto, uma proposta coerente com a realidade.

    ResponderExcluir
  5. Odeio políticos e sempre voto nulo, mas, venho acompanhando seu desempenho nos debates pela TV e cheguei a conclusão que você é uma ``agulha no palheiro``!
    Conquistou meu voto e a confiança de quem sabe termos um governador que realmente lembrará daqueles que o elegeram!(Pelo menos é o que espero...);Parabéns pela coragem e boa sorte Edilson!

    Alesandro: e-mail: custeu@hotmail.com

    ResponderExcluir