sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Edilson Silva: "Não subiremos no palanque de ninguém"

Matéria com Edilson Silva no Blog da Folha de Pernambuco

Acabou agora há pouco a reunião da Executiva Nacional do PSOL, Quinze dos dezessete membros participaram do encontro em São Paulo, e estão redigindo uma nota com a posição oficial do partido. O documento foi votado por treze psolistas, e é intitulado "Nenhum voto em José Serra (PSDB)". Segundo o presidente do PSOL em Pernambuco, Edilson Silva, o grupo também fez críticas à adversária do candidato tucano na disputa presidencial, Dilma Rousseff (PT). "Decidimos liberar a militância, o que é até uma redundância, porque isso faz parte do pensamento do PSOL. Achamos legítimas as expressões do voto crítico para Dilma, assim como dos votos nulo e branco. Mas partimos do princípio de que nós não vamos subir no palanque de ninguém", afirmou Edilson.

Segundo o dirigente, que disputou a última eleição para o Governo de Pernambuco, o partido considera a candidatura de Serra como um "brutal retrocesso para a sociedade brasileira". "Por isso, fazemos a demarcação de orientar essa exposição pública de que a posição da Executiva é de que os Estados ficam livres para optar. Vamos fazer uma plenária na próxima segunda-feira (18), no Clube de Engenharia, no Recife, onde vamos avaliar a resolução e debater o que podemos desenvolver em Pernambuco", disse Edilson. Questionado sobre seu posicionamento, o psolista garantiu que só falará na segunda-feira. "Prefiro me posicionar depois de me reunir com o diretório regional. Temos um respeito muito grande pelas instâncias do partido. Deixarei minha opinião para ser exposta depois da plenária", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário