segunda-feira, 19 de setembro de 2011

PSOL: um partido do presente e do futuro!

Sobre a matéria da Folha de Pernambuco publicada no último domingo, replicando matéria também publicada na Folha de São Paulo do dia 14/09, especulando sobre a nossa possível saída do PSOL, apesar de já termos nos colocado de forma cristalina à respeito, temos a esclarecer o seguinte:

- O PSOL é um partido novo e em ascensão, com forte vigor militante, com um patrimônio político centrado na ética, na coerência, na luta por uma sociedade socialista, atento aos clamores da sociedade brasileira por uma nova política, sendo, portanto, um espaço privilegiado de militância para todos os cidadãos e cidadãs que queiram somar-se a um projeto coletivo democrático e transformador. Foi fundado para dar vazão a um sentimento de luta e resistência de nosso povo por uma nova forma de fazer política e sua existência hoje constitui-se como uma das maiores vitórias da esquerda brasileira nos últimos 10 anos. Construímos o PSOL para cumprir este papel na luta política de nosso país e ele o vem fazendo satisfatoriamente, razão pela qual sempre militamos e continuaremos entusiasticamente militando neste partido. Logo, não há qualquer mínimo cabimento na especulação de nossa saída do PSOL, pelo contrário, estamos a cada dia mais animados e comprometidos com nosso projeto partidário, como neste momento em que construímos nosso 3° Congresso Nacional e armamos nosso partido para aprofundar seu diálogo com os movimentos da sociedade civil e também para disputar as eleições nas maiores cidades brasileiras em 2012;


- O PSOL que construímos, assim como seus dirigentes, não se auto-intitulam donos da verdade ou detentores do monopólio do fazer político com seriedade, razão pela qual nos sentimos responsabilizados por dialogar com todos os atores e atoras do cenário político brasileiro que honestamente se coadunam com nossos propósitos. Devemos e queremos, com estes, e sempre com coerência, realizar a necessária unidade na ação política em tarefas que não podem ser realizadas por apenas um partido, seja nas disputas eleitorais ou nas ações da sociedade civil. Neste sentido, o movimento feito pela ex-senadora Marina Silva, ao dialogar com biografias como a da ex-senadora Heloisa Helena (PSOL-AL), o senador Cristóvão Buarque (PDT-DF), o deputado Regufe (PDT-DF), a deputada Erundina (PSB-SP) e tantos outros, com o objetivo de discutir um movimento por uma nova política, não poderia deixar de contar com nossa simpatia e apoio, e é neste marco que se insere nosso diálogo saudável com o movimento fundado pela ex-senadora Marina Silva.

Edilson Silva – Presidente do PSOL-PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário